Desidratação

Entenda o que é a desidratação, sintomas, tratamentos e recomendações.

O que é a desidratação?
A desidratação é causada não só pela falta de água no nosso organismo, mas também de sais minerais e líquidos orgânicos no corpo, a ponto de impedir que ele funcione normalmente. Isso ocorre quando a quantidade de água que eliminamos pelo organismo, através da respiração, suor, urina, fezes e lágrimas, é maior do que a quantidade que repomos. Isso pode acontecer nos quadros de vômitos, diarreias e febre, em dias muito quentes por causa da transpiração excessiva, nos portadores de diabetes em função do aumento do número de micções e pelo descontrole no uso de diuréticos.

O diagnóstico de desidratação pode ser feito por meio de uma avaliação clínica, porém em alguns casos é necessário realizar alguns exames simples de sangue, fezes e urina para identificar a causa e o grau de gravidade.

Quais os sintomas da desidratação?
A desidratação é classificada como leve, moderada e grave, dependendo do grau de gravidade. Os sintomas clássicos da desidratação leve é a sede exagerada, da moderada são pele seca e inflexível, taquicardia, diminuição do peso, aumento da temperatura corporal e diminuição da sudorese. A desidratação grave apresenta, além dos sintomas acima, a queda da pressão arterial, sensação de perda de consciência eminente, falência de órgãos, convulsões, choque e até a morte.

Tratamento para a desidratação
O tratamento para a desidratação depende do nível em que a pessoa se encontra. Nos seis primeiros meses de vida, o leite materno é o recurso ideal para o tratamento da desidratação. A partir dessa idade, nos casos de desidratação leve e moderada, beber muita água filtrada ou fervida em goles pequenos e intervalos curtos pode ser o suficiente para reidratar o organismo. Além disso, é importante ficar em ambiente onde a temperatura esteja amena para evitar a perda de água pelo suor.

Na desidratação grave, a reidratação exige que seja ingerida soro, ou seja, água misturada a alguns sais, pois esses também são perdidos junto com a água toda vez que nos desidratamos, além de facilitarem a entrada da água dentro do organismo. Esse soro também é encontrado gratuitamente nos postos de saúde e à disposição nas farmácias.

Casos ainda mais graves pode ser necessário aplicar a água, misturada a sais e outras substâncias, diretamente nos vasos sanguíneos, que é conhecido como medicina de hidratação intravenosa.

Recomendações

  • Beba bastante líquido, pelo menos dois litros por dia;
  • Verifique se as crianças e os idosos estão tomando a quantidade de líquido necessária para manter a boa hidratação do organismo. Nessas faixas de idade, muitas vezes, eles se esquecem de fazê-lo;
  • Use roupas leves e evite a exposição direta ao sol nos dias muito quentes;
  • Não pratique exercícios físicos nas horas mais quentes do dia;
  • Lave bem as mãos antes das refeições e depois de ter usado o banheiro;
  • Certifique-se de que os alimentos que serão ingeridos crus foram corretamente preparados.

A tabela abaixo pode ser utilizada para estimar o estado de hidratação, baseado na cor de sua urina.

Grande- 600x300px

Aconselhamos a não imprimir, pois cada impressora reproduz as cores diferentes, por isso não é garantida uma reprodução precisa da escala.

↑ topo